Noticias sem enfeites Por Ronei Ribeiro

0
82

 

No caderno dos assassinos a polícia achou instruções de jogos inclusive um jogo que simula tiroteio dentro de uma escola, além da arma usaram arcos e flecha, besta, machadinha, máscara tudo que tem nos jogos que estavam nas instruções do caderno, ai vem uns idiotas que só sabem fazer politicagem querer falar que atitudes de Bolsonaro que incentivou o massacre com armas etc.

Viciados em jogos aparecem para defender jogos violentos que pessoas fracas como os dois assassinos são influenciados sim por este tipo de de coisas, assim como aquele jogo da baleia azul que se auto mutilam, e pessoas fracas desorientadas e que não tem nada dentro da cabeça tem aos montes principalmente jovens que não sabem fazer nada além de jogar essas porcarias, alguns ficam até bravos loucos quando os pais tiram o vídeo game, e jovens assim se influenciam facilmente a cometer barbáries, uma pessoa certa não tem prazer em matar, nem em jogos, quem tem prazer nisso já é porque tem instinto que não é normal é esses devem ter toda atenção redobrada da família dos pais que tem que ensinar o que é certo e o que não é.

Moradores sujismundos, assim se domina quem joga lixo na rua e nos terrenos baldios e ate mesmo em lugares públicos, da uma pena de ver lugares bonitos criados para os próprios moradores usufruir, fazer caminhadas, correr, levar  a família nos finais de semana, mas estão tomados pelo lixo que muitas vezes os próprios moradores dos bairros descartam restos de construção, moveis velhos, galhos, e de tudo um pouco.

Buriti e São Conrrado sao alguns dos  bairros que em torno do córrego da Avenida Ludio Coelho serve de descarte para moradores jogarem lixo e tudo quando e tranqueira, o lugar que eles que teriam que cuidar e zelar para eles mesmos, esta tomado por lixo e mau cheiro, realmente a humanidade cada vez mais fica pior, nao ligam para nada, parece que não raciocinam mais

 

Sebastião Ronei Souza Ribeiro Jornalista DRT MS 083

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui