anuncio

Há três anos, Euler oferece Há três anos, Euler oferece mais segurança no trânsito que já matou muita gentesegurança no trânsito que já matou muita gente

Por Ronei Ribeiro - Redação Estado MS News em 01/09/2021 às 10:41:44

"Era muito mal sinalizada, toda vez que tinha acidente a gente fazia uma revolução, vimos muita gente perder a vida nessa avenida." Essas são as palavras da comerciante Ana Cláudia, 42 anos, sobre a Avenida Euler de Azevedo. Ana mora na região há aproximadamente 25 anos e tem uma lanchonete na via. Ela acrescentou que os acidentes acontecem, mas com uma frequência e gravidade menor.


Barreiras de concreto evitam colisões frontais na avenida

Desde a entrega da reforma, em 2018, apenas um acidente com morte foi registrado na via, conforme dados do Batalhão de Polícia de Trânsito – BPTran. A barreira de contenção de concreto New Jersey construída no trecho da avenida entre o quartel do 20 Regimento de Cavalaria Blindada e o Campus da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, contribuiu para evitar colisões frontais, que agravam os acidentes de trânsito. "A construção das barreiras de concreto, que foi e é muito criticado, evita colisões frontais, agravando acidentes de trânsito. Esse é o fator preponderante para que a via não registrasse mais tantos acidentes com morte, como antes", disse o comandante do BPTran, tenente coronel Wellington Klimpel do Nascimento.


Os pedestres também sentem mais segurança após a reforma da avenida. O universitário Wanderson Lemes da Silva Junior, 25 anos, pratica caminhada três vezes por semana lá, e classifica como significativa a reforma. "Sem sombra de dúvidas, a via de pedestre criada, combinada com a iluminação de LED melhorou consideravelmente a região. Os pedestres têm mais segurança em caminhar, fazer atividades físicas, ir para o trabalho. Além de que com a iluminação, fica mais fácil visualizar e ter menos riscos de assaltos e qualquer tipo de incidentes dessa espécie. Também foram colocados pontos de ônibus no decorrer da avenida", afirmou.



Hélio Gomes tem um hortifrúti e viu as vendas aumentarem com a reforma

Com a reforma, o comerciante Hélio Gomes, 42 anos, resolveu mudar seu hortifrúti de para o outro lado da via, onde, segundo ele, seria melhor. "Achando que aqui seria melhor, mudei o ponto, por causa do movimento. Pela manhã o pessoal está indo trabalhar, e a tarde vai descendo, para a casa. Antes da obra era uma via muito rápida, o pessoal não parava fácil, agora é mais lenta. Melhorou por causa disso também", afirmou.


Juntos por Campo Grande


A Euler de Azevedo, uma das principais avenidas de Campo Grande, foi revitalizada há três anos. Com investimento de R$ 17,5 milhões, oriundos do Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de Mato Grosso do Sul (Fundesul), o Governo do Estado, em parceria com a prefeitura de Campo Grande, através do "Juntos por Campo Grande", atendeu a uma reivindicação antiga da população.


A avenida teve a pista duplicada, o asfalto foi recapeado e foram instaladas muretas de contenção, cinco semáforos, faixas de pedestre, sendo duas passarelas elevadas (traffic calming).



Comunicar erro
propa

Comentários

tres