Lixo descartado em lugares publicos e sinal de povo sem educação

0
167

Cada vez mais esta se tornando problema o lixo descartado em vias publicas, terrenos baldios e calçadas na Capital, parece brincadeira mas não e, e uma realidade constante que se pode ver em vários lugares assim como nas extensões dos córregos da Capital

Moradores sujismundos, assim se domina quem joga lixo na rua e nos terrenos baldios e ate mesmo em lugares públicos, Muitos lugares bonitos criados para os próprios moradores usufruir, fazer caminhadas, correr, levar a família nos finais de semana, estão tomados pelo lixo que muitas vezes os próprios moradores dos bairros descartam restos de construção, moveis velhos, galhos, e de tudo um pouco.

Buriti e São Conrrado são alguns dos bairros que em torno do córrego da Avenida Ludio Coelho serve de descarte para moradores jogarem lixo e tudo quando e tranqueira, o lugar que eles que teriam que cuidar e zelar para eles mesmos, esta tomado por lixo e mau cheiro, realmente a humanidade cada vez mais fica pior, não ligam para nada, parece que não raciocinam mais.

Quem faz caminhada ou corre na região se deslumbra com a natureza em torno da avenida Ludio Coelho, onde se pode ver capivaras, macaco bugio, araras, lebres do mato e muito verde, mas ultimamente frequentadores estão vendo cada vez mais lixo jogado.

E nessas margens dos córrego os moradores poderiam plantar pés de frutas como manga, goiaba, mamão, seriguela e vários outros assim como tem pés de banana em vários pontos das margem do córrego,serviriam para os próprios moradores usufluirem da sombras e das frutas e alimentar os animais que ali vivem. Fica a sugestão para um projeto desse porte, plantar arvores frutíferas ao logo de avenidas e córregos de Campo Grande.

No bairro Caiçara, uma quadra da Avenida Bandeirantes, o lixo descartado e visível em toda a extensão da quadra, em vez de calçada só ha lixo em torno de 100 metros, o mais inusitado que faz tempo que e descartado lixo ali e ninguém toma providencia.

No Buriti, na Avenida Ludio Coelho, próximo a passarela azul, da foto o asfalto esta rachando dos lados correndo perigo de desmoronar como aconteceu na ponte próxima dali entre São Conrrado e Buriti, e um perigo para os pedestres que por ali passam fazendo caminhada, corrida e os ciclistas que também por ali passam mais de 200 por dia.

Muitos moradores alegam que não tem onde descartar e nem condições para pagar uma caçamba, a situação e complicada, pois estão limpado seus terrenos e sujando os lugares públicos.

A prefeitura tem um numero de telefone para denuncias de descarte de lixo irregular e poluição sonora, as pessoas podem estar ligando no 156 para fazer a denuncia

Sebastião Ronei Souza Ribeiro Jornalista DRT MS 083

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui